Notícias

10/07/2019

Balanço das ações da OGE em seis meses de gestão reforça compromisso com o cidadão mineiro

         Ouvidoria-Geral do Estado de Minas Gerais apresenta resultados do primeiro semestre da nova gestão do executivo estadual

Com a meta de atender bem ao cidadão mineiro, pagador de impostos, que merece o respeito da Administração Pública e espera receber serviços de qualidade, a Ouvidoria-Geral do Estado de Minas Gerais (OGE), durante os seis meses da nova gestão, desenvolveu várias ações e mudanças em sua estrutura interna, a fim de ampliar e melhorar os atendimentos prestados à população.

Esta reestruturação está alinhada as diretrizes do governador, Romeu Zema, que trabalha em consonância com os órgãos e os gestores das pastas, para superar a crise e colocar Estado nos trilhos novamente. “Ao completar seis meses de gestão Zema, a Ouvidoria-Geral do Estado de   Minas Gerais já apresenta significativos avanços. Estou muito otimista quanto   aos resultados das ações desenvolvidas pela equipe OGE.  A partir de   análises  da estrutura de pessoal do órgão e de atendimento ao cidadão, fizemos mudanças, embasadas nas boas práticas da iniciativa privada, para fomentar uma gestão de excelência. Passo a passo, acredito que Minas vai recuperar o protagonismo na política”, Destaca Simone Deoud Siqueira, ouvidora-geral do Estado.

Logo em janeiro, a primeira missão da Ouvidoria foi promover o acolhimento humanitário emergencial, em Brumadinho, após o rompimento da barragem, com a criação do Canal Brumadinho e a realização da Ouvidoria Móvel, além de disponibilizar um novo canal de atendimento, via WhatsApp, que após o período crítico, foi incorporado definitivamente como mais um canal de atendimento aos usuários.

Com o objetivo de dar equilíbrio às contas públicas e combater a prática de corrupção, a Ouvidoria criou o Canal Anticorrupção, ferramenta disponibilizada para denunciar atos ilícitos e fraudes praticados por agentes públicos. Fez também análises dos contratos vigentes, o que possibilitou reduzir os custos do erário.

Para ter um ambiente interno de trabalho, com políticas adequadas à satisfação e bem-estar dos agentes públicos, em março, foi realizado o Seminário Estadual de Conscientização e Combate à Prática de Assédio Moral na Administração Pública, em parceria com a Seplag e CGE. Na sequência, a OGE Implementou o programa de Mapeamento de Competências, para identificar habilidades técnicas e capacitar seus servidores.  

A fim de facilitar a vida de quem precisa dos serviços públicos, a OGE implantou um novo sistema de atendimento, o e-OUV, uma plataforma mais eficaz, disponibilizada pelo Governo Federal, de forma gratuita ao órgão. No site da Ouvidoria www.ouvidoriageral.mg.gov.br, foi criado mais um serviço, o agendamento on-line para atendimento presencial, ferramenta que garante ao cidadão escolher o horário mais adequado às suas necessidades.

Outras importantes ações foram realizadas nestes seis meses, como a adesão à Rede Nacional de Ouvidorias do país, durante o encontro da Semana Nacional de Ouvidorias, promovida pela Controladoria-Geral da União(CGU), no Rio de Janeiro. A adesão garante aos órgãos que integram o uso gratuito do Sistema e-Ouv, e ainda, a promoção de ações de capacitação para agentes públicos em matéria de ouvidoria e simplificação de serviços. Além disso, a OGE firmou parceria com a Defensoria Pública do Estado, por meio da assinatura do termo de cooperação técnica, com objetivo de promoverem eventos conjuntos, como a Ouvidoria Móvel do Sistema Penitenciário, realizada em São Joaquim de Bicas, que atendeu demandas de familiares, detentos e agentes que trabalham no complexo penitenciário da cidade.

Em Poços de Caldas, no Sul de Minas, a Ouvidoria Móvel de Polícia levou sua equipe de atendimento para acolher as manifestações da população local e cidades vizinhas, e ainda, promoveu palestras e visitas técnicas. 

E como parte dos resultados deste primeiro semestre, apresentou às secretarias de Estado, o relatório quadrimestral dos registros de atendimentos dos usuários, referentes aos serviços prestados por todos os órgãos do executivo estadual.

No último mês, a ouvidora-geral, Simone Deoud, fez a primeira reunião gerencial da OGE, com a participação de todos os servidores da Ouvidoria. Nesta reunião, foram criados grupos de trabalho que elaboram em conjunto, propostas que irão compor o Plano Plurianual de Ações Governamentais(PPAG), com previsão orçamentária e com metas a serem cumpridas de 2020 a 2023.

Fechando o balanço das ações que visam melhorar a vida dos mineiros, foi criado o selo da OGE, para fortalecer a imagem da Ouvidoria e dar mais visibilidade a instituição, junto à população do estado.